História do Município – Governador Celso Ramos

Em março de 1739, o Brigadeiro Silva Paes iniciou seu governo na capitania de Santa Catarina, ficando a frente do comando militar do Distrito.
Nesta época a pesca da baleia no litoral do Brasil constituía um grande monopólio que era entregue aos grandes comerciantes.

Entre os anos de 1740 a 1742, próximo a Freguesia de São Miguel, foi instalado um próspero núcleo de captura e industrialização de baleias. As instalações construídas no local constituíam uma área de 5.327 mt2, o que faziam daquela armação a maior e mais importante do litoral catarinense e a segunda mais importante do Brasil-Colônia.

Os escravos trazidos do continente africano, exerciam ali o trabalho braçal nas construções e limpeza e conservação de baleias. Assim, foram construídos no local senzalas, armazéns, hospital, capela, casa de capelão, ferraria, casa do feitores, casa do administrador.

Por volta do ano de 1745, colonizadores oriundos das Ilhas dos Açores e da Madeira, atraídos pela pesca da baleia, instalaram-se no local. Com a chegada de outros portugueses, a partir de 1747 instalaram-se novos povoados, entre Palmas, Ganchos, Costeira da Armação, Fazenda da Armação.
Tem-se Armação da Piedade como um dos vilarejos lusitanos mais antigos do Estado.

Tem-se relatos que por volta de novembro de 1745, benzia-se inauguralmente a capela de [Capela Nossa Senhora da Piedade] Armação da Piedade, tendo a mesma por algum tempo capelão próprio. Criada a freguesia de São Miguel, dela fez parte, sendo esta posteriormente anexada à paróquia de Biguaçu.

No ano de 1847, após o declínio da pesca da baleia, em Armação da Piedade instalou-se uma colônia alemã com 150 imigrantes em terras da antiga Armação de Baleias. Em virtude de terras melhores no interior do continente, grande parte dos imigrantes reimigraram para diferentes direções da região, os vales de Tijucas e Biguaçu.
Armação da Piedade sofre uma grande evasão de pessoas, tendo em 1883 apenas 42 pessoas, enquanto Ganchos contava com 208 moradores, tendo seu povoamento também em função da pesca.

Em março de 1914, através da Lei Municipal n° 98, foi criado o Distrito de Ganchos, tendo sua instalação em 24 de abril do mesmo ano.
A Lei que criou o Distrito foi suprimida pela Lei Municipal n° 114 de 04 de janeiro de 1917. Em 1918 a Lei Municipal n° 119 de 28 de outubro restaurou o município novamente.
Em 06 de novembro de 1963, pela Lei n° 929 foi criado o município de Ganchos, desmembrando-se do município de Biguaçu. Em 12 de maio de 1967, através da Lei n° 1066 o nome do município foi alterado, passando a chamar-se Governado Celso Ramos, seu nome atual.

Related Images:

Compartilhe!

Speak Your Mind

*


*