Caranha

caranha

Nome popular: Caranha Nome científico: Lutjanus cyanopterus.

Habitat: Regiões Norte, Nordeste e Sudeste (do Amapá ao Paraná).

Saiba mais: Peixe de escamas. Peixe muito comum ao longo da costa brasileira, encontrado em áreas rochosas e de recifes. Pode entrar nos estuários até as áreas de água doce. Durante o dia costuma ficar entocado, saindo à noite para se alimentar. Na fase jovem, alimenta-se de peixes, crustáceos, moluscos e equinodermos, tornando-se exclusivamente piscívoro quando adulto. Os peixes jovens formam grandes cardumes, que, às vezes, se misturam a cardumes de outros peixes, como a guaiúba. Espécie muito voraz. A carne não é muito apreciada para o consumo.

Equipamento e isca: Equipamento de ação média, média/pesada e pesada; linhas de 17 a 50 libras; anzóis de nº 2/0 a 10/0. As iscas devem, preferencialmente, ser de peixes que habitam o mesmo ambiente, como as guaiúbas e corcorocas, e iscas artificiais, como os plugs de meia água e jigs.

Dicas: O uso de empate é essencial, por causa dos dentes fortes e afiados. Também é aconselhável o uso de arranque porque essa espécie vive nas proximidades de estruturas cortantes, como pedras e corais.

Compartilhe!

Speak Your Mind

*


*